Tributo a Amizade

Depois de quase duas semanas sem escrever nada, resolvi voltar hoje. Todo esse atraso é justificável, comprei um jogo novo que chegou sexta passada, pra mim isso é uma justificativa. Terminei ele em três dias e ia escrever algo na terça sobre o dia do orgulho nerd, mas o Pride escreveu antes, o texto dele ficou muito bom e eu ia acabar falando as mesmas coisas, assim decidi postar outra coisa outro dia. Depois de me isolar por dias, senti agora vontade de escrever sobre um acontecimento que, acredito eu, farão vocês entenderem esse post do Pride.

Se o About do Blog foi lido, vocês sabem que esse é um blog de amigos e escrevemos aqui coisas que envergonharam nossos amigos ou a nós mesmos. Pois bem, não sei quanto ao resto das pessoas, mas para mim é muito complicado manter amizades, assim a maioria dos meus amigos também é antissocial (Leia-se: nerd) ou compartilha de alguma atividade (Nerdice. Sim, se você é meu amigo a chance de ser nerd é grande, nem que seja enrustido). Esses amigos também me mostraram que amigos de verdade te fazem passar vergonha e participar de eventualidades que você nunca imaginava que seria possível contigo.

Tenho uma lista gigantesca dessas: o caso do docinho de boldo no subway, sair às 14hs de uma quinta-feira de Cuiabá e ir pra Chapada sem nunca ter dirigido numa estrada e precisando estar de volta às 18hs, descobrir que um amigo seu disse que está tão na seca que mandaria a ver até com uma vassoura, discutir sobre um trecho de “O Senhor dos Anéis” e errar o nome do Gandalf enquanto o defendia causando uma crise de riso em todos, sair pra estudar pra uma prova que não se tem a mínima noção e ao invés disso jogar Age of Empires II a noite toda e uma das mais recentes: andar uns 10km pra deixar uma garota que você nunca viu na vida no conforto de sua casa só porque um amigo seu a conhece, mesmo sendo aquela a primeira vez que ele a via pessoalmente também. Temas não faltam para os próximos posts, o que falta é vontade mesmo.

Hoje não falarei de nenhum dos citados anteriormente, falarei de algo que despertou tanta vergonha em mim que não contei para muita gente (o que é EXTREMAMENTE raro). Como disse, é difícil para mim manter amizades, femininas então nem se fala, mas isso aconteceu com uma amiga e eu vou lembrar disso por muito tempo…

Me formei no começo do ano e uma vez que você se forma, deve passar pela maior burocracia que já presenciei, deve conseguir uma cópia de TODOS os seus documentos e correr atrás de coisas que poderiam ser feitas em cinco minutos, mas que precisam de semanas. Eu tenho uma tendência à adiar as coisas que tem muita burocracia ou não considero importantes, por isso procuro sempre chamar alguém pra ir comigo, decidi chamar uma amiga para me acompanhar, já que ela também precisaria passar pelas mesmas coisas.

Depois de ficar a manhã inteira indo a lugares que não existiam mais até encontrar o lugar certo para ela tirar a segunda via de seu título de eleitor, fomos almoçar em um restaurante próximo ao serviço de um dos nossos amigos e o chamamos para se juntar a nós. Durante o almoço ela nos diz que precisa procurar sua certidão de nascimento para continuar com o pedido do diploma e pediu para que a ajudássemos. Chegando lá sentamos no sofá e ficamos na sala mesmo, até que ela pediu que a gente fosse com ela no quarto de sua mãe procurar o documento. Fomos e ficamos na porta, assistindo uma tentativa frustrada de alcançar uma caixa na parte de cima do armário, tive a idéia de ir lá levantar ela pra acabar com aquilo logo, segurei suas pernas e a ergui, não adiantou porra nenhuma…

Passado algum tempo, depois que eu e o amigo já tinhamos voltado para a porta do quarto, ela consegue pegar a caixa e pede ajuda para procurar em meio aos papéis que estavam lá. Fomos até a beira da cama e ficamos lá, olhando, já achávamos que tinhamos ido longe demais, mas continuamos lá, até que meu amigo decide procurar também, pois já estava demorando mais do que gostaríamos. Nesse momento eu escuto:

– Oi.

Era a mãe da garota. BUSTED!!!

Tenho uma pequena dificuldade em me tocar quando certas coisas acontecem, principalmente se estou tentando me concentrar. Essa minha amiga diz que eu deveria fazer um teste de DDA, quanto mais eu penso no assunto, mais acho que ela tem razão. Às vezes eu estou conversando e esqueço o assunto após uma pequena pausa, mudo repentinamente de tópico, dou tiradas não intencionais e só percebo depois quando penso na conversa (Por MSN: “Arrumou seu celular?” “Arrumei, mas está sem bateria nesse momento…” “Tá, não ia te ligar agora mesmo…”). Essas coisas acontecem, peço apenas para me desculparem quando isso ocorrer…

Voltando ao assunto: Lá estava a mãe dela, parada na porta enquanto mexíamos em suas coisas. Por sorte do meu amigo ele havia parado três milissegundos antes, mas isso não o impediu de sentir tremenda vergonha no momento. Eu, pra variar, não me atentei, cumprimentei e voltei a mexer. Somente depois de um delay mental de uns dois segundos me dei conta do que estava acontecendo, foi quando comecei a sentir a vergonha… Parei e olhei para meu amigo, ele estava de braços cruzados e imóvel. Depois de descobrir que a certidão não estava lá, tudo foi guardado e nos retiramos do quarto. Se à minha vista tivesse um buraco no qual eu pudesse me enfiar naquele momento, pode ter certeza que eu seria o primeiro objeto a ultrapassar a velocidade da luz.

Para completar a história, dias depois descubro que a mãe da garota contou para toda a sua família o fato. Até hoje não consigo olhar para ela direito. Me sinto tão envergonhado por aquele dia que nem desculpas eu consigo pedir e fico apenas esperando que ela se esqueça. Imagine se ela tivesse entrado enquanto eu estivesse erguendo sua filha pelas pernas!!! Pelo menos eu já a conhecia, imagine o que meu amigo não sentiu, já que ele nunca a tinha visto antes… ESSE SIM SE FUDEU!!! HAHAHAHA!!!

Então, amigos são para isso, compartilhar momentos de glória, momentos de tristeza e te meterem em buracos que deixarão sequelas mentais eternas. Creio que no Hall das pessoas que te façam passar as maiores vergonhas possíveis, amigos só perdem para as mães.

Muito obrigado por terem lido esse texto gigantesco. Curtam a Lua hoje, ela está linda.

Até a próxima. Gastei 3hs pra escrever essa merda, vai demorar pra uma próxima…

Anúncios

Sobre Felipe Washington

Gott weiss Ich will kein Engel sein.
Esse post foi publicado em Contos. Bookmark o link permanente.

18 respostas para Tributo a Amizade

  1. Camila disse:

    Rachando de rir ao reler esse texto no dia do amigo… realmente esse dia foi trash até hoje mamãe se lembra hahahaha.. dias que marcaram mesmo.. e o dia que a gente foi pra chapada andamos mais de 15 km pra ir numa cahoeira e a cachoeira n apareceu? hahahah.. só a gente mesmo.. beijos te amo saudades meu AMIGO

    • Mais de 15km!?!? Bota mais de 15km nisso!!!
      A gente rodou umas duas horas ou mais só na ida aquele dia. Pelo menos a gente encontrou um monte de gente que tava procurando a mesma cachoeira que a gente, mostrando que você e a Thaís não erraram sozinhas.
      Infelizmente (ou não) eu também me lembro desse dia trash até hoje, e até hoje eu sinto vergonha por aquilo. Mas tudo bem, essas coisas acontecem mesmo…
      Também te amo e tenho muitas saudades de você, amiguinha.
      Beijos.

  2. Camila disse:

    kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

  3. Camila disse:

    Ahhhhhhh esse seus amigos são bem maliciosos viu?
    rsrss

  4. Camila disse:

    Ahhhhhhhhhhhh eu to extremante feliz com esse texto.. me seenti tão importanteeeeeeeeeeeeeeeeeeeee
    eh mto bom saber que alguem me considera tão amiga assim…
    ahhh e a tirada do msn.. do celular.. foi fodastica vai?
    beijos

  5. Camila disse:

    Fe……. eu to rindo demais aqui.. primeiro eu vi seu video da formatura e agora eu li esse texo.. auahuahau..
    Foram momentos engraçados mesmo que passamos juntos viu?
    engraçados e inesqueciveis.. e sabe o que é mais legal nisso? É que mesmo distante.. mesmo dias sem se falar.. eu sei e sinto que nossa amizade não vai mudar.. hoje temos focos diferentes e tivemos que ir cada um pro seu lado… mas mesmo assim.. a gente sabe que aquele sentimento de amizade.. bonito e sincero ainda existe..
    to morrendo de saudades de vccccccccccccc..
    vc é um grande amigo pra mim.. que quero conservar pro resto da vida.. e que sempre quando nos encontrarmos possamos nos lembrar desse momentos engrçados.. e viver mto mais deles..
    amo amo amo amo você
    saudadessssssssssssss

  6. Envy disse:

    Hmmm…. achei que haveria algo de sexual no texto na parte de erguer a garota… me enchi de esperança e suspense, mas depois desanimei quando lembrei que o autor era o Felipe. Enfim… texto ficou bacana…. ^^””’

    • É… Se você quer contos eróticos vai ter que procurar em outro lugar mesmo…
      ¬¬

      • Flávio disse:

        Claro, o Felipe ainda não passou por nada erótico na vida além do tube8.

        • Meu blog é tão inteligente que depois que você virou usuário de jailbreak ele passou a colocar seus comentários pra moderar novamente…
          Mas, apesar de você ainda se amarrar na piada do pavê ou pracomê, você é meu amigo e vou desativar isso.
          Mas para você não ficar com ciúmes, nas próximas semanas eu posto algo sobre a ida ao Videokê Bar, ok? Vou mostrar que você também já me botou em furada e em uma que eu poderia ter tomado tiro DE GRAÇA.

  7. Thom disse:

    No conforto de cada família há uma casa e pessoas, sendo as quais podem ser conhecidas ou não.
    Juntamente com o episódio:
    “……andar uns 10km pra deixar uma garota que você nunca viu na vida no conforto de sua casa só porque um amigo seu a conhece, mesmo sendo aquela a primeira vez que ele a via pessoalmente também….”[felipe]

    Ao menos a garota que voce foi “levar no conforto de sua casa” na p* que p**
    Salientando:
    “alguem sabe onde fica o autódromo de Goiania?!”
    Se a resposta for sim:
    “pois é, até o percuso do autódromo é apenas a metade do caminho!

    Veja pelo lado positivo:
    Ela é gata:
    Ps: Seu amigo agradece
    *kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    • Se fosse feia duas coisas poderiam acontecer:
      1- Eu não ia levar.
      Mas como eu já estava muito sem-graça por ela ter nos acompanhado até o meu carro sem falar nada, acho que essa não aconteceria, porém se eu levasse a segunda opção aconteceria.
      2- Você ia ter que voltar a pé.
      HAHAHAHA!!!
      =P

    • Thom disse:

      Sou andarilho…

      andar é meu sobrenome.. :>

      hahahah

  8. Era pra ser um texto engraçado, mas acho que não estou com ânimo para isso e saiu esse suspense que vocês falam…
    Fiquei adiando um texto novo para quando eu estivesse animado, mas acho que ainda não deu muito certo…
    E tudo isso depois de cortar uns pedaços do texto que julguei deprimente, parecia até carta de suicídio.

  9. Rafaela disse:

    Eu também senti a vibração… não sou desligada, nem um pouco, mas todos meus colegas de alguma maneira são… outro contra da escolha nerd?

  10. Pride disse:

    Nossa, eu consegui sentir até o suspense do texto, por um momento achei que vcs encontrariam uma arma, ou ainda um vibrador, ai depois achei que vc veria a calcinha dela ou coisa pior (quando a levantou pelas pernas) e na hora que a mãe apareceu na porta pensei… Guézuss…. foi pior @_@ e ele ainda pescou @_@

    gj felipe, gt

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s