A pizza

Ou porque não deixar seus amigos bêbados ligarem para a pizzaria.

Bom, na faculdade a gente encontra coisas que nunca achamos que veríamos, certo? Pois eu tive uma matéria que as provas começavam as 6hs da MANHÃ e acabavam às 10hs, também da manhã, não vamos exagerar, né? Um dia estava eu e mais dois amigos estudando para uma dessas provas no apartamento de um deles, o Zé.

Zé é apelido e a razão é essa

Estávamos estudando para aquela prova de quatro horas que, como o próprio professor diria, é impossível de terminar pois “quando você chegar numa indústria vai ter um monte de problemas e você tem que escolher os que sabe resolver melhor”, porém o Zé tem uma característica, ele não estuda sem tomar uma dose de pinga e convidou meu outro amigo para tomar também e ele aceitou, porém não pararam em somente uma dose e acabaram tomando mais algumas latinhas de cerveja.

Depois de estudarmos exercícios específicos, pois se não conseguiríamos terminar a prova, valeria mais a pena dedicar o nosso tempo para sabermos tudo de uma questão, certo? Mantenho essa técnica até hoje e não tive muitas reclamações sobre ela, mas sempre existem as provas que não caem o que a gente estudou… Continuando, acabamos sentindo fome, algo normal, decidimos pedir uma pizza e o amigo companheiro de cachaça foi o escolhido para telefonar para a pizzaria, o que desenrolou o seguinte diálogo:

– Alô. Meu nome é *****. Quero uma pizza de calabresa com bastante cebola. Ah… Eu moro longe daqui, não to em casa, tô na casa do Sr. Zé, é pra cá que você tem que mandar. Qual o endereço da casa do Sr. Zé? Sabe que eu não sei… Fala com ele que você vai descobrir…

– Alô. O endereço é ****… Tem uma pizza de frango com catupiry que acabou de sair do forno e foi cancelada? Vou perguntar… Vai uma pizza de frango com catupiry no lugar da de calabresa? Ela acabou de sair do forno… Ok, pode mandar essa mesmo.

Estávamos crentes que após esse diálogo a pizza chegaria em tempo recorde, mas isso não aconteceu. Para falar a verdade demorou até mais do que achei que uma normal demoraria, mas aproveitamos e continuamos papeando à toa. Claro que não estudamos, estávamos com fome e com fome ninguém consegue pensar!!!

Após um tempo considerável o entregador chegou e nós três fomos lá e eu, como o único sóbrio, fiquei responsável por levar a pizza e logo que peguei a caixa decidi olhar. A visão não me agradou nem um pouco, mas decidi me enganar pensando que fosse pela luz fraca do poste. Ao chegarmos no apartamento do Sr. Zé abri a caixa e lá estava ela, uma pizza com uma cara horrível e aparentava estar dormida, mas estávamos com fome e fomos comer.

 

Era simplesmente isso que queríamos...

Você já pediu uma pizza, não conseguiu comer ela inteira, colocou na geladeira e no outro dia a esquentou no microondas? Era assim que aquela maldita estava. Parecia borracha, estava mole e muito, muito ruim. Naquele dia criamos uma teoria: As pizzarias fazem uma “pizza do trote” e a deixam lá, quando um bando de infelizes liga e eles pensam que é trote, eles enviam a tal, se for eles não perdem nada, se não for eles se livram de uma porcaria. É a única explicação cabível para aquilo que aconteceu.

Em uma outra ocasião de estudo pedimos outra pizza do mesmo local, essa sim veio parecendo com pizza de verdade, mas nós deixamos bem claro na hora do pedido que não queríamos a pizza do trote, como a que foi enviada da outra vez, o que apenas reforçou a teoria.

Por isso repito: NUNCA DEIXE SEUS AMIGOS BÊBADOS PEDIREM PIZZA!!!

Até a próxima. Quando que esse texto for publicado estarei no voo para Cuiabá, agendar comanda!!

Anúncios

Sobre Felipe Washington

Gott weiss Ich will kein Engel sein.
Esse post foi publicado em Contos. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s