Diferenças Culturais

Pra quem não sabe eu faço aulas de alemão, língua que faz inglês parecer brincadeira de criança. Alemão possui conjugações verbais e artigos, mas como se isso não bastasse, os artigos mudam de acordo com o caso, mas não é disso que eu vim falar, eu vim falar da minha professora.

Já vou avisar que, para a infelicidade dos meus amigos, não tem nenhuma foto dela, nunca tirei e mesmo se tivesse tirado uma não colocaria aqui sem sua permissão.

Minha professora tem 23 anos, é romena e com ela eu descobri várias coisas que eu não imaginava e vou compartilhar algumas aqui, começando com a maneira que ela aprendeu alemão. A Romênia era um país comunista e os programas de TV vinham todos da Alemanha Oriental, assim ninguém assistia nada e esse eletrodoméstico ficava abandonado, permitindo que minha professora passasse todo o dia assistindo aos Smurfs, quando de repente ela percebeu que entendia o que estava os pequenos seres entavam falando enquanto fugiam do Gargamel. Os pais dela ao descobrirem que possuíam uma filha com um dote desse, passaram a assistir os programas com a sua tradutora pessoal de cinco anos de idade. Quando ela foi entrar na escola o pai dela escolheu alemão como a segunda língua, porém ela sabia mais que os outros alunos e acabava atrapalhando a aula, a solução do pai dela foi colocá-la em uma escola em que tudo era ensinado em alemão.

Os responsáveis, os Smurfs.

Continuando no assunto escola, ela me contou que na Romênia é obrigatório o ensino de latim, apesar de ser uma língua morta, eu acho uma ideia interessante o aprendizado dessa, pois ela é a língua raiz para várias línguas, como português, italiano, espanhol, francês, romeno e influenciou várias outras, um exemplo disso é que batata frita em alemão é igual em latim, pomes frites. Eu queria aprender latim…

Castelo onde Vlad, o Empalador e também conhecido como Drácula, se econdeu após ser traído.

Eu tenho inveja da minha professora, ela é apenas seis meses mais velha que eu e fala romeno, alemão, inglês, espanhol, português e húngaro, essas duas sendo consideradas as mais difíceis do mundo ocidental (e você aí achando inglês difícil… pfff…). Como se isso não bastasse, ela já morou em Bucareste, Frankfurt, Nova Iorque e mais uma caralhada de cidades, agora morando aqui em Goiânia. O que eu estou fazendo com a minha vida…

Uma certa vez, quando ela morava no interior dos EUA e trabalhava como babá, a família para a qual ela trabalhava a convidou para ir em um parque de diversões e lá ela foi em uma das maiores montanhas russas do mundo, a traumatizando de maneira tal que ela não consegue mais nem lembrar direito do assunto sem sentir calafrios.

O avô dela deu de presente de casamento para os pais dela um apartamento, mas não um simples apartamento, um andar inteiro em um prédio, mas não um simples andar, o último andar e como se isso não bastasse a cobertura vinha incluída. Nesse momento você deve estar pensando: “Nossa! A família dela deve nadar em dinheiro!”. Se você pensou isso, volte ao segundo parágrafo desse texto e se atente ao fato que a Romênia era um país comunista. Já fez isso? Pois bem, agora posso falar o quanto custou. O avô dela comprou esse imóvel com dois cavalos. PQP!! Imagine o prédio mais porcaria que você já viu. Agora imagine todo o último andar e a cobertura, você acha que conseguiria comprar tudo isso com DOIS CAVALOS!?!? Porra, assim até eu fico querendo a implantação do comunismo no Brasil, quem sabe não foi até uma boa ideia a eleição da Dilma (POLÊMICA!!! HAHAHA!!!). É sério, imagina, vou lá, corto o meu cabelo, aí na saída eu jogo uma azeitona como pagamento. Eu carregaria dois potes, se o serviço fosse bom eu jogava uma sem caroço pro cara. Tô falando sério.

Ela se mudou para cá na época do carnaval do ano passado e o marido, que é brasileiro e creio que seja goianiense, disse que a levaria para ver o carnaval em Varjão. Se imagine um gringo chegando aqui, como você imaginaria o carnaval? Pois é, ela também imaginou um sambódromo colossal com várias escolas de samba e tudo aquilo lá, porém ela chegou em um lugar que tinha, de acordo com ela, somente gente feia, bebidas genéricas, energéticos de dois litros e banda DJavú tocando. Não teve as duplas sertanejas minoritárias porque no meio de tudo houve uma queda de energia e tudo acabou. Imagine o nível do local…

Bom, é isso aí, se novas histórias forem lembradas talvez eu faça um Diferenças Culturais 2, quem sabe, né?

Até a próxima. Tô ouvindo muitos NerdCasts agora, mas tenho mais umas 5 ideias no forno.

Anúncios

Sobre Felipe Washington

Gott weiss Ich will kein Engel sein.
Esse post foi publicado em Contos. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s