iPhone, uma das melhores coisas que já comprei.

E então xomanos e simininas, tudo tranquilo? Não deixaria vocês esse feriado inteiro sem nada para ler aqui, afinal, meus três leitores são muito queridos por mim, mesmo que eu enrole para escrever. Bom, hoje contarei os motivos que me fazem dizer que este foi um dos melhores aparelhos que já comprei e aproveitarei para contar as situações que ele salvou minha vida. Por enquanto lembro só de uma, mas acho que lembrarei outras.


Pra quem não sabe, sou proprietário de um iPhone a quatro meses, o que julgo tempo suficiente para experimentar as suas funções e poder escrever um texto decente que não se resuma apenas a “OMG!!! IPHONE IS FUCKIN’ AWSOME!!! I CAN’T BELIEVE I HAVE ONE!!1!”.

A decisão da compra se deu pelos seguintes motivos:

1- Queria um celular novo, já estava de saco cheio de um xing ling gigante com péssima interface e que nem 3G tinha.

2- Precisava de uma câmera fotográfica. Imagine ser um engenheiro e quando vai fazer um laudo não tem uma câmera fotográfica ou usa a câmera rosa da sua mãe. Não pode dar certo, né? Sim, eu já fiz isso… É deprimente, mas já fiz…

3- Precisava de um GPS decente, não conseguia atualizar de maneira alguma o que eu tinha, sem contar que ele demorava muito para achar um satélite e sincronizar.

4- Usuários de antigos iPhones podem querer me crucificar, mas somente na quarta versão que ele foi ficar realmente digno de toda a hype que tinha. O primeiro não tinha 3G, o iPhone 3G implementou essa tecnologia mas ainda tinha uma câmera ruim, o 3GS deu uma melhoradinha na câmera e ficou um pouco mais rápido, mas mesmo assim não foi muita coisa, aí veio o iPhone 4 (4G não, por favor. Só falta você falar iTouch também…). Finalmente um iPhone permitia ligações com vídeo, pois colocaram uma câmera frontal. Possui uma câmera traseira de 5MP com flash LED que grava vídeos em HD e tem foco automático, retina display, bateria que aguenta um dia inteiro tranquilamente e um design muito melhor que os redondos antigos.

Comparem nessas fotos retiradas da Wikipedia

Bom, o que vocês leram no quarto item é verdade, a bateria dura um dia, mas deve ser considerado o tamanho da tela que deve ser iluminada e que o que você tem na mão se aproxima mais de um computador que de um celular propriamente dito, então um dia para a duração da bateria é ótimo, ainda mais quando se considera que eu não desligo o WiFi nem a 3G e fico mexendo sempre nele nos tempos livres acessando Twitter e Facebook.

Uma outra funcionalidade que iPhones possuem é que as ligações entre eles são gratuitas usando apps como o Viber e o PingChat!, o que se converte em uma economia quando se considera que alguns dos meus amigos com quem mais converso possuem esse aparelho. Eu bem que gostaria que todos tivessem, mas essa porcariazinha ainda é muito cara por aqui.

Com internet móvel o tempo todo no meu bolso, algumas coisas são facilitadas, por exemplo quando ocorre uma discussão eu posso simplesmente tirar ele do bolso e pesquisar, não preciso ligar para um amigo altas horas da madrugada. Eu nunca liguei, mas já ligaram para mim duas horas da manhã perguntando se V de Vingança era da DC ou da Vertigo e tive que explicar que a Vertigo era da DC e não da Marvel, mesmo enquanto estava grogue de sono. Nerds são assim amigos…

Ainda na parte de conexão móvel, temos algo que já me tirou de algumas enrrascadas, o TeamViewer. Uma das situações que isso me salvou foi quando fui fazer um trabalho para a pós-graduação e o meu amigo não possuía um arquivo, simplesmente usei o iPhone para acessar meu computador e enviar para ele o arquivo que faltava. Outra situação aconteceu quando estava transferindo a minha conta corrente de Cuiabá para Goiânia e fui pagar um documento no caixa. O cartão que eu possuía já não acessava mais a minha antiga conta e era lá que estava o dinheiro para pagar o boleto, cujo valor ultrapassava meu limite de operação, o que me obrigou a ir ao banco. Como o Banco do Brasil possui segurança contra operações móveis, eu não conseguia acessar a minha conta antiga pelo smartphone e o boleto pracisava ser pago naquele dia. Peguei o iPhone, usei o TeamViewer para acessar o meu computador em casa, acessei minha conta por ele e transferi o dinheiro de uma conta para a outra, efetuei o pagamento e nada de dores de cabeça.

Outra coisa excepcional nesse aparelhinho são os aplicativos. Existem apps para ver partituras, teste de velocidade da conexão, tradutores, marcadores de estacionamento que usam realidade aumentada e programinhas para a edição de fotos e vídeos, sendo que será desses últimos que tratarei agora. Eu possuo o AutoStitch para criar panoramas, o TouchRetouch para remover itens indesejáveis nas fotos, o Photogene para recortar e girar as fotos e o iMovies para editar meus vídeos, dessa maneira eu tenho no bolso uma câmera que me permite editar nela as fotos e os vídeos e depois ainda posso upar de onde eu estiver. Vantagens e mais vantagens.

Panorama da sacada de casa feito com o AutoStich

Panorama de Goiânia visto do sul do Setor Bueno, também feito com o AutoStitch

O vídeo acima foi uma reunião de vários vídeos de um segundo, pois o animal que gravou achou que estava tirando fotos e apertou repetidas vezes o botão de gravar. Foi feito no iMovies.

Algo muito interessante no iPhone é a função Find My Phone, que possibilita ver a localização dele de um computador em qualquer lugar. Essa função também permite bloquear, enviar uma mensagem, fazer o aparelho emitir um sinal sonoro e em último caso apagar todos os dados contidos nele, o que torna o roubo do mesmo algo inviável, pois o meliante seria rastreado facilmente.

Para finalizar, falarei rapidamente de uma das funções que mais uso, os jogos. Falarei rapidamente pois são tantos que dobraria o tamanho desse post, mas posso dizer que aposentei meu PSP após possuir o iPhone. Jogos casuais, jogos com história, corrida, etc. Jogos baratos que me divertem por horas, como Angry Birds, Cut the Rope, Plants vs Zombies, Monopoly e Death Rally. A maioria do gasto de bateria que possuo se dá com os jogos, mas gasto feliz, pois todos são muito divertidos.

Meu iPhone não possui jailbreak, todas as pessoas que tentaram me convencer a fazer o mesmo já começaram com o argumento de que todos os apps da App Store são free. Piratear jogos de Playstation 2 que custavam 100 reais sendo que mais da metade disso é imposto eu nem falo nada, mas piratear joguinhos e aplicativos de um a cinco dólares é sacanagem, né? Dois reais não vão te fazer passar fome não, amigo. Você teve grana para comprar um aparelho desses mas fica mendigando joguinhos de um dólar e se acha o espertão? Sinto muito, mas não compartilho dessa opinião.

O único argumento que considero válido para o jailbreak é a total customização e a existência de apps que a App Store não possui, mas vejo outro problema nisso e é justamente na possibilidade de qualquer um poder desenvolver um aplicativo, o que facilita muito a criação de softwares maliciosos. Acredito que a Apple está certa em não permitir que qualquer app seja comercializado em sua loja, pois isso dificulta muito, pra não dizer que impede, que aplicativos maliciosos sejam instalados em seus aparelhos. Como comentado com o Leandro hoje, seria como se você me dissesse que uma festa numa praça em que qualquer um pode chegar, você pode levar a sua bebida e ir do jeito que quiser se vestir é melhor que uma festa em uma boate fechada, em que a qualidade, o som e a segurança serão melhores e isso sem contar o ambiente climatizado.

A maioria dessas dicas eu consegui através do Izzy Nobre do blog Hoje é um Bom Dia, que sempre posta em seu perfil no Twitter promoções e dicas de apps.

Bom, foi isso aí, bom feriado pra vocês.

Até a próxima. Não sei ainda onde passarei a páscoa, mas tudo bem…

Anúncios

Sobre Felipe Washington

Gott weiss Ich will kein Engel sein.
Esse post foi publicado em Cotidiano. Bookmark o link permanente.

6 respostas para iPhone, uma das melhores coisas que já comprei.

  1. Flavio disse:

    Bom galerinha do mal, viciada na apple e seus derivados.
    Para mim que sempre usou um maldito nokia, o mais esparrela possível, tanto smartphones com androide ou iOS me satisfariam.
    Concordo com o baino de que o iphone não é o bicho da goiaba. Existem coisas melhores sim. Mas eu o comprei da mesma maneira! Da mesma maneira da tv, do note…. Mas pq não o melhor? Pq como vc, o felipe e eu pesquisamos, analisamos de tal sorte que convergiu no iphone pelo seu diferencial: o software. Software esse fantástico com recursos que eu jamais imaginaria. E felipe, tem mais de 4 meses que vc ta com o iphone pq a formatura do ivan foi em dezembro. E nos meus 3 meses ainda sou super noob e sempre pergunto pra vc ou pro baiano, como devo obter certos recursos.
    Ahhh! O jailbreak!!! Já me cocei e me coço para fazê-lo. Fico imaginado como seria chato “desvirginar” o meu “mimo”. Mas o foda é comprar esse puta hardware com um software de mesmo nível, para daí adquirir um app que, digamos, “autoriza” a ler um ebook para enfim comprar o ebook para finalmente ser lido.
    Isso é para cair o cu da bunda. Te irrita, e por mais barato que seja os apps vai te consmir uma grana que acreditava ja ter pago quando comprou o aparelho.

    • Flávio, escrevi esse texto a dois meses atrás, naquela época tinham 4 meses que eu tinha o iPhone.
      Sobre softwares para lerem ebooks, o iBooks é gratuito.
      Sobre ter que comprar outros aplicativos, eu acho melhor assim mesmo, a utilidade que você tem pro seu iPhone é diferente da minha, que é diferente da de um empresário e que é diferente da de um músico, você compra os apps que te satisfazem e irão encaixar na maneira como você usa, assim não preciso pagar para já vir com um aplicativo que não usarei.

  2. Camila disse:

    Misericordia.. estou assustada com esse video kkkkkkkkkkkkkk q dancinha foi essa de vcs?

    • Formatura do Ivan… Bebidas… Felicidade por rever amigos… Acontece nas melhores famílias… Ficaria ainda melhor se o Flávio tivesse gravado o vídeo direito, mas essas coisas acontecem, eu devia ter sido mais claro.

  3. Baiano disse:

    Eu n concordo que o iphone seja essa coisa td, ele é um aparelho medíocre se comparado com seus concorrentes. Os concorrentes tem melhores telas, melhores cameras, melhores processadores, etc.
    O que destaca avalassadoramente o seu Itreco (n só iphone, mas ipod touchs e ipads) dos seus devidos concorrentes são os SO neles embutidos. Afinal a apple pegou o nosso OSX compactou e criou o IOS. Isso sim mudou minha vida. E esse sim faz esse único pedaço de aparelho se destacar dos demais, em minha visão.
    Well, quanto as versões do aparelho, eu concordo que até o 3g ele é bem limitado, mas do 3gs em diante ele imcorpora tds as funções de sua ultima geração. Com exceção de um hardware menos robusto.
    A apple foi muito sagaz em abrir um mercado de aplicativos, como a appstore, e isso sim foi o catalisador de sucesso, pois devido a isso vc tem app pra qualquer coisa que vc queira! Se vc n encontrar, simples, faz um!
    Agora, Felipe, vamos ao ponto de mais desacordo. O jailbreak, e sua relação com a apple. Vc chegou no mundo do iphone numa versão do IOS muito mais trabalhada. Onde já se têm muitas funções nativas no IOS, mas na história do IOS n foi sempre assim. As funções sempre estiveram dentro do So, mas a Apple n liberava. Essa questão do Hotspot por exemplo, existe na cydia desde o IOS 3.X, e olhe que de lá pra cá teve muito chão. (E isso é só um exemplo) Posso dizer com td certeza, que antigamente jailbreak n era um luxo, era uma necessidade.
    Informações e opiniões positivas sobre isso está transbordando na internet, muitos blogueiros especializados em tecnologias móveis vão certamente estar de acordo com isso. A Bia kunzy, Felipe Kellerman, o pessoal do Iphone hj, enfim, é só dar uma pesquisada no google por 2 tópicos: Pq n fazer o jailbreak, e Pq fazer o jailbreak. Daí vc pode tirar suas conclusões.
    Em relação a festa de programadores e aplicativos n confiáveis, posso dizer que isso n acontece no cydia e em seus repositórios padrões (A apple Store é um repositório). Agora em repositórios piratas isso pode sim ocorrer, mas isso já n é jailbreak, é pirataria.
    Em uma visão geral eu concluo que sua visão é muito superficial, desconhecendo os 2 lados da moeda e ainda assim criticando a outra, levando em conta as poucas informações que possui e a falta de empiricidade.
    Enfim, opinião é pessoal, certamente e n existe verdade absoluta. Contudo quando uma grande massa concorda em algo, alguma coisa de boa existe ali. Vc pode sim continuar a ser contra, mas eu realmente aconselho que vc ao menos experimente, veja um iphone jailbreaked, conheça o cydia, conheça a comunidade e sua história de batalha contra a Apple e suas ações injustas com os programadores da Apple Store.
    Enfim, cya!

    • Não vou ficar aqui dizendo onde concordei com o seu comentário, apenas suponha que se eu não citei é porque concordei mesmo.
      Então, a maioria das melhorias que eu citei entre o 3Gs e o 4 foram de hardware mesmo e foram essas que me deixaram tentado.
      Realmente eu não sabia que o Cydia tinha um controle na publicação de seus apps, mas foi a partir do comentário que você fez um dia no Facebook sobre poder “usar um app feito pelo Joãozinho da esquina” que passei a pensar desse jeito, mas como aquilo serve para o Android OS, deixarei o texto como está.
      Eu já tive a oportunidade de experimentar dois iPhones com jailbreak, um realmente era bem customizado, mas mesmo assim não achei tudo isso, sei que existem várias coisas no Cydia que no iOS normal não tem, como por exemplo o fato de poder usar Facetime com conexão 3G, mas nenhuma dessas que fiquei sabendo me atraíram.
      Já no outro iPhone, o jailbreak só servia para piratear apps, a única coisa que realmente critiquei nesse texto, pois não somente você, mas várias pessoas vieram argumentar comigo que com o jailbreak dá pra piratear os jogos, porém você foi o único que que foi além e citou a customização apesar de ter o argumento da pirataria como algo recorrente, razão pela qual não editarei o texto, pois você mesmo deixou claro em seu comentário que é a pirataria traz malwares.
      No mais apenas não concordo que a massa tenha a razão plena e acho que você não deve levar tão a sério uma trollada no Facebook, tanto que nenhum argumento que usei lá foi usado aqui.
      Quero deixar claro que esse texto não foi escrito para você, não sei se você pensou dessa maneira, mas é melhor ter certeza. Isso era somente algo que tinha em mente a certo tempo e que seria mais rápido de escrever que o assunto que realmente gostaria que fosse publicado.
      Continue postanto comentários, pois como te disse antes, críticas também são bem vindas.
      P.S.: Se eu não levar em conta as informações que eu possuo, o que usarei?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s